top of page

Estado abre inscrições para evento sobre formação continuada de professores

Com o objetivo de atualizar os conhecimentos de professores universitários de diferentes áreas do conhecimento, em relação aos processos de ensino e aprendizagem, a iniciativa conta com o apoio da secretaria estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti).


Professores das sete universidades estaduais do Paraná podem se inscrever até 24 de agosto no 3º Encontro de Docência Universitária, evento promovido pelas universidades de Londrina (UEL), de Ponta Grossa (UEPG) e do Centro-Oeste (Unicentro). Neste ano, o encontro será entre os dias 24 e 26 de agosto, no Câmpus Uvaranas da UEPG, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais.

Com o objetivo de atualizar os conhecimentos de professores de diferentes áreas do conhecimento, em relação aos processos de ensino e aprendizagem, a iniciativa conta com o apoio da secretaria estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti). Na edição de 2023, os participantes irão discutir a criação de uma rede de formação para a docência no ensino superior.



As três instituições envolvidas na organização do evento desenvolvem ações específicas sobre práticas docentes e novas metodologias de ensino, como o Programa Docência no Ensino Superior (DES) da UEPG, o Programa Institucional de Formação Continuada de Professores (EntreDocentes), da Unicentro, e o Grupo de Estudos em Práticas de Ensino (Gepe) da UEL.

De acordo com a coordenadora do evento, professora Graciete Tozetto Goes, da UEPG, as mudanças ocorridas na sociedade precisam ser pensadas e incorporadas no contexto acadêmico para a melhoria e aperfeiçoamento do processo de ensino e aprendizagem. “As questões relacionadas ao perfil e características atuais dos alunos e como podemos melhorar a ação docente são temas fundamentais para o desenvolvimento da prática pedagógica”, afirma.



Ela destaca a importância de melhorar a qualidade dos métodos pedagógicos de trabalho para reduzir a evasão universitária. “O papel do professor envolve didática no processo avaliativo e na devolutiva aos alunos sobre o que precisam melhorar, demandando um processo mais qualitativo de ensino para motivar os alunos a permanecerem na universidade e continuarem os estudos”, explica Graciete, ressaltando que uma decepção na condução de disciplinas e avaliações pode, muitas vezes, desencantar os alunos.

A palestra de abertura será ministrada pela professora Doris Pires Vargas Bolzan, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), sobre o desenvolvimento profissional docente e lugares formativos nas instituições de ensino superior. Outros assuntos da programação pretendem abordar a experiência da rede de formação para a docência no ensino superior de São Paulo, a pedagogia universitária como tema de pesquisa e a formação inicial e continuada de docentes no ensino superior.

0 comentário
bottom of page