top of page

Paraná manda mais 52 bombeiros para o Rio Grande do Sul

Pelo menos 42 pessoas já morreram e 46 estão desaparecidas. São 8.282 desalojados, 3.193 desabrigados e 88 municípios afetados. O novo grupo sairá do Quartel do Corpo de Bombeiros em Curitiba em 15 viaturas.


O Paraná vai reforçar a equipe que já atua nas operações de busca e salvamento em apoio às forças de segurança do Rio Grande do Sul neste domingo (10). O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou o envio de mais 52 bombeiros militares para auxiliar nos trabalhos de busca por sobreviventes e ajuda humanitária no estado gaúcho, que enfrenta a maior tragédia natural de sua história.


Pelo menos 42 pessoas já morreram e 46 estão desaparecidas. São 8.282 desalojados, 3.193 desabrigados e 88 municípios afetados.


O novo grupo sairá do Quartel do Corpo de Bombeiros em Curitiba em 15 viaturas. Ele é composto por bombeiros dos Comandos Regionais de Bombeiros (CRBM) de Cascavel, Londrina e Curitiba, e do Comando do Corpo de Bombeiros (CCB) e do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST), inclusive o líder, major Gabriel Greinert.


Esses reforços se juntam aos 11 profissionais do Estado que já estão em operação no Rio Grande do Sul. O Paraná enviou na quarta-feira quatro militares do Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA). Esse primeiro grupo foi encorpado na sexta-feira (8) e no sábado (9) com a chegada de mais sete bombeiros e três cães. A tropa paranaense conta com apoio de uma aeronave.


Foto: Gabriel Rosa/AEN


0 comentário

Comments


bottom of page