top of page

Polícia Ambiental: 7,28 Hectares de Mata Nativa Desmatada em Antônio Olinto

Antônio Olinto, 13 de setembro de 2023 – A Polícia Ambiental do Paraná, em mais uma ação decisiva de preservação ambiental, respondeu prontamente a uma denúncia feita pelo número 181 referente à derrubada de árvores nativas na localidade de Água Amarela de Cima, no município de Antônio Olinto, PR.

Após receber a denúncia, os policiais ambientais da 4ª Companhia, 4º Pelotão, da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental, se dirigiram ao local para investigar a situação. A área denunciada foi submetida a uma minuciosa fiscalização e vistoria que revelaram um cenário alarmante. Foi constatado um significativo dano em uma floresta nativa em estágio médio de regeneração do bioma Mata Atlântica. Mais preocupante ainda, foi identificada a presença de Pinheiro Araucária, uma espécie ameaçada de extinção, na área afetada.

Os danos ambientais abrangiam uma área correspondente a 7,28 hectares e, o que é mais grave, a ação criminosa ocorreu sem autorização do órgão ambiental competente. Diante desse flagrante crime ambiental, os policiais ambientais não hesitaram em tomar as medidas necessárias para responsabilizar os infratores.

Um ofício foi imediatamente encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de São Mateus do Sul, relatando o crime, e ao Instituto Água e Terra (IAT), informando sobre a infração ambiental. Essa ação não apenas visa a aplicação da lei, mas também busca conscientizar a população sobre a importância da preservação das nossas florestas e espécies ameaçadas.

A Polícia Militar do Paraná, por meio da Polícia Ambiental, reforça seu compromisso com a proteção do meio ambiente e a manutenção do equilíbrio ecológico. A ação rápida e eficaz nesse caso é um exemplo de como a polícia atua incansavelmente para garantir um futuro sustentável para as gerações vindouras.

Polícia Militar do Paraná – “Nós fazemos a diferença.”





fotos: Polícia Ambiental

redação: Israel Ortiz

0 comentário
bottom of page