top of page

Condução sob efeito de álcool resulta em prisão no centro da cidade

Condutor de veículo Hilux é detido após recusar teste do etilômetro e apresentar sinais de embriaguez


Na noite de 2 de agosto de 2023, no centro da cidade, uma abordagem policial resultou na prisão de um condutor após o mesmo ser flagrado conduzindo um veículo Hilux de forma imprudente e com indícios de estar sob influência de álcool. O incidente chamou a atenção das autoridades e reforça a importância de medidas rigorosas para coibir a combinação perigosa entre álcool e direção.


Por volta das 19h25min, uma equipe policial realizava patrulhamento pela região central da cidade quando notou o veículo Hilux executando uma manobra de arrancada brusca, quase colidindo de frente com a viatura policial. Desprezando a gravidade da situação, o condutor continuou sua trajetória em sentido contrário, em direção à Vila Delmira.


Imediatamente, a equipe policial procedeu com a abordagem do veículo. Ao descer do automóvel, o condutor, um homem de 28 anos, apresentava sinais claros de embriaguez, como alteração no comportamento, odor etílico e olhos avermelhados. Apesar disso, nada de ilícito foi encontrado em sua posse, e todas as documentações do veículo estavam em dia com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).


Diante da suspeita de que o condutor estivesse sob a influência de álcool ou alguma outra substância psicoativa que determinasse dependência, foi oferecido o Teste do Etilômetro, popularmente conhecido como "bafômetro". No entanto, o motorista se recusou a realizar o teste, o que resultou na confecção de um Termo de Constatação.


Em depoimento à equipe policial, o abordado admitiu ter ingerido bebida alcoólica, porém, optou por não fazer o Teste do Etilômetro. Mesmo com a recusa do teste, os procedimentos padrão foram devidamente explicados ao condutor, mas ele permaneceu irredutível.


Diante da negativa do condutor em cooperar com a fiscalização e a forte suspeita de embriaguez ao volante, os policiais deram voz de prisão ao mesmo. Posteriormente, o motorista foi entregue à Polícia Judiciária para os procedimentos legais cabíveis.


O veículo Hilux, por sua vez, foi liberado, pois estava com todas as documentações em ordem. No entanto, os autos de infração pertinentes foram confeccionados para o condutor, cujas ações demonstraram claramente uma violação do Código de Trânsito Brasileiro.


O episódio ocorrido no centro da cidade em 2 de agosto de 2023 reforça a necessidade de conscientização sobre os perigos da condução sob influência de álcool ou outras substâncias psicoativas. A recusa do condutor em realizar o Teste do Etilômetro e sua posterior prisão evidenciam a importância de medidas rigorosas para coibir a combinação perigosa entre álcool e direção, visando a segurança de todos os usuários das vias públicas. É fundamental que a sociedade se mantenha vigilante e apoie as ações das autoridades para promover um trânsito mais seguro e responsável.

0 comentário

Comments


bottom of page