top of page

Imbituva: Polícia Militar age rápido em caso de Violência Doméstica


08 de janeiro de 2024

Na manhã de ontem (07), a Polícia Militar de Imbituva foi acionada para atender a uma ocorrência de lesão corporal relacionada a violência doméstica e familiar. O caso foi reportado pelo Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), informando que uma vítima teria sido agredida por seu marido com uma faca.


Às 10h30min, a equipe policial se deslocou prontamente para o endereço indicado, acompanhada também pela equipe do SAMU. Ao chegar ao local, constataram a presença da vítima, que apresentava uma lesão superficial em seu pescoço. A mulher relatou que seu marido, ao chegar em casa agressivo e alterado, iniciou uma discussão sobre a relação do casal, culminando em uma agressão física que resultou em sangramento no nariz. Posteriormente, o agressor evadiu-se do local.


Surpreendentemente, a vítima informou que a lesão no pescoço ocorreu no dia anterior, quando foi atacada com uma faca pelo mesmo agressor. A equipe policial partiu em busca do autor, identificado como ocupante de um veículo Uno azul.


As buscas foram bem-sucedidas, culminando na localização do agressor no referido veículo, que estava estacionado. Durante a abordagem, o indivíduo, já visivelmente alterado, negou qualquer envolvimento nas agressões, alegando ter deixado a residência para evitar um agravamento da discussão.


Por medida de segurança, conforme a Súmula Vinculante nº 11 do Supremo Tribunal Federal (STF), foi necessário o uso de algemas para conter o autor. Ao ser questionado sobre a situação, o agressor confirmou a discussão com sua esposa, mas negou as agressões físicas, alegando ter se retirado da residência para evitar a escalada da situação.


Diante dos fatos, as partes envolvidas foram encaminhadas para a realização do laudo de lesão e, posteriormente, à Delegacia de Polícia da cidade de Irati, onde o caso será devidamente investigado pelas autoridades competentes. A rápida intervenção da Polícia Militar e do SAMU demonstra a importância da prontidão das forças de segurança no combate à violência doméstica.

0 comentário

Comments


bottom of page