top of page

Paraná e o estado paraguaio do Alto Paraná firmam parceria para colaboração em saneamento

Acordo prevê colaboração entre a Sanepar e a Empresa de Serviços Sanitários do Paraguai (Essap). Memorando foi assinado pelo governador Ratinho Junior e o governador Cesar Torres. A companhia paranaense poderá elaborar diagnósticos, projetos de pesquisa e estratégias interinstitucionais com a empresa de saneamento do país vizinho.


O Paraná e o estado paraguaio do Alto Paraná firmaram parceria para colaboração técnica em saneamento e sustentabilidade. Nesta terça-feira (14), o governador Carlos Massa Ratinho Junior e o governador Cesar Torres assinaram um memorando de entendimento entre os dois governos, que prevê parcerias entre a Sanepar e a Empresa de Serviços Sanitários do Paraguai (Essap).


Pelo acordo, a Sanepar poderá elaborar diagnósticos, projetos de pesquisa e estratégias interinstitucionais com a empresa de saneamento do país vizinho. “É um orgulho poder firmar uma parceria para levar o conhecimento, a experiência e a eficiência da Sanepar para o Paraguai, começando pelo estado do Alto Paraná. Aqui no Brasil, o Paraná está muito avançado nesta questão, com 83% do esgoto coletado e 100% desta coleta passando por tratamento. Por isso, estamos trabalhando parcerias para poder compartilhar esta experiência”, afirmou o governador.


O acordo é um desdobramento da missão do Governo do Paraná no Paraguai, realizada em agosto, durante a posse do presidente Santiano Peña, que teve como objetivo estreitamento das relações entre o país vizinho e o Estado.


O documento assinado abre possibilidade para políticas de colaboração entre os dois estados, com intercâmbio de informações, tecnologias e serviços, principalmente envolvendo projetos de infraestrutura e sustentabilidade.


“A Sanepar é reconhecida como uma referência na América do Sul pelo alto grau de qualidade nos seus projetos de saneamento, tanto na parte de obras, mas também na parte de gerenciamento e tratamento dos resíduos. O Paraguai quer muito evoluir nessa questão do saneamento básico e nós estamos aqui para colaborar”, disse Ratinho Junior.


As primeiras parcerias técnicas devem ser desenvolvidas, inicialmente, no estado do Alto Paraná, cuja capital é Cidade de Leste, pela proximidade e também semelhanças com o Paraná.


“Temos muitas características similares quanto à agricultura, ao solo, aos recursos naturais. Por isso é muito importante que uma empresa como a Sanepar, que nos últimos anos vem fazendo um trabalho muito importante no tratamento de água e no saneamento, possa compartilhar seu conhecimento conosco”, afirmou o governador de Alto Paraná, Cesar Torres.


EXPERIÊNCIA - Uma das parcerias estudadas pelos dois estados prevê que a Sanepar colabore com a Essap produzindo um diagnóstico sobre os investimentos programados pela companhia paraguaia. “Podemos oferecer nossa experiência para ajudá-los a programar os investimentos. Em um segundo momento, esta relação pode avançar para uma parceria empresarial, com a Sanepar levando seus serviços para o Paraguai”, disse o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.


A aproximação entre as companhias é fruto do reconhecimento dos resultados e do trabalho desempenhado pela Sanepar. No início de novembro, a experiência da empresa paranaense foi compartilhada com a Embaixada da Bolívia para a adoção de processos de melhoria na gestão da água no país.



PRESENÇAS - Também participaram da reunião em que aconteceu a assinatura do memorando o vice-governador Darci Piana; o presidente da Essap; Luis Fernando Bernal; o cônsul-geral do Paraguai em Curitiba, Celso Santiago Riquelme, o chefe da Casa Civil, João Carlos Ortega; o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, e os deputados estaduais Gugu Bueno e Marcel Micheletto.

0 comentário

Comments


bottom of page